sábado, 14 de setembro de 2013

Já te disseram que você se parece com...

 Post inspirado nesse texto da Ana Sasso.

Sempre acreditei que, quando estamos no meio de uma conversa e não temos mais o que falar, começamos a falar de nós mesmos. Seria o contrário de falar sobre o clima ou a demora da fila pra puxar assunto. Porém, ressalto que começar a falar de si mesmo muito provavelmente levará sua conversa ao fim ou seu interlocutor também ficará com vontade de falar sobre si mesmo; e aí a conversa acaba virando uma disputa de conquistas e, até mesmo, de sofrimentos. Aquela coisa: "Nossa, tô tão cansada hoje" "E eu que tô morta?" ou então "Tô tão sem dinheiro hoje" "Nem fala, eu tô pobre. Só tenho dinheiro pra viver confortavelmente minha vida inteira se eu morrer na semana que vem". Pois é.

Mas, ainda que eu esteja com vontade, não é sobre isso que iremos falar hoje. Então, para (quase) confirmar minha hipótese inicial (pois, haja visto, até tenho sobre o que falar mas, no caso, escolho não falar), vou falar sobre mim. E essa é a chance de você apertar o X vermelho ali em cima, amigx. Corre que ainda dá tempo!

Lendo o texto que me inspirou a fazer esse, me peguei pensando com quais pessoas meus amigos, familiares e gente aleatória já me compararam. E, para minha surpresa, consegui lembrar de muitas. Muitas mesmo! Achei estranho e incrível ao mesmo tempo. Será que sou tão caricata assim? Será que foi um elogio ou uma piada disfarçada de ofensa? Será que eu pareço mesmo com essa pessoa? Será?

Sem mais delongas, vamos aos "ditos cujos", selecionados em meio a tantas comparações.


Deborah Secco (atriz brasileira queridíssima ou Bruna Surfistinha dos cinemas)

Essa comparação foi feita quando eu tinha 14 anos, algo entre 2007 e 2008. Minha tia podia jurar que eu tava a cara dela no banner com minha foto do meu aniversário de 15 anos. Por isso, peguei uma foto da nossa querida Bruna Surfistinha nessa época, pra ilustrar melhor a comparação. "O olho? A boca? O cabelo?". Talvez um ou outro. Ou todos. Ou nenhum. Eles nunca sabem. Só sabem que parecem.


Ana Angélica (participante do Big Brother Brasil 10 que pouca gente vai lembrar)

A "Morango" do BBB10 foi, sem dúvidas, uma das comparações que mais me marcaram. Todo mundo me achava parecida com ela e, quando eu digo todo mundo, era qualquer um que você perguntasse. Era estranho ouvir a famigerada frase "Já te disseram que você se parece com...", horrenda por natureza, e ouvir o complemento "...a Morando do BBB10?". Na época, eu tinha 17 anos. Claro que isso só durou até o BBB10 acabar mas, ainda assim, fica a dica: nunca compare ninguém com ex-BBBs. Sei lá porque, só sei que parece certo. É tipo falar que você parece com a Gretchen.


Sophia Loren (atriz italiana tão linda e talentosa quanto a Monica Bellucci)

Essa talvez tenha sido a comparação mais linda de todas. Quando a amiga de alguém que eu conhecia (não lembro nem a amiga nem a pessoa) virou pra mim e disse "Nossa! Mas você é a cara da Sophia alguma coisa, Loren eu acho, aquela que era modelo, atriz, não sei" quase tive vontade de abraçar a dita cuja e falar: "Cara, você me acha linda! Obrigada!". Obviamente, após a euforia, caí na real: "Talvez a maquiagem, né. Ou a sobrancelha, o branco dos olhos".



Cleópatra VII (ou a imagem que se fez dela)

Muito provavelmente se referindo à icônica figura dos cinemas, interpretada por Elizabeth Taylor (foto acima), e não à verdadeira Cleópatra VII (em tempo: você sabia que existiram várias "Cleópatras" e que a Cleópatra "mais famosa", conhecida por nós, foi a VII? - ou VI, depende do historiador) que muito provavelmente era assim. Desde que fiz franjinha e permaneci com ela, em meados de 2009/2010, as comparações eram constantes. Aliás, até hoje falam isso comigo. Nesse caso, até tenho que concordar: Cleópatra é uma das minhas figuras históricas preferidas e, querendo ou não, acabei incorporando elementos da imagem dela (criada na mídia) à minha própria imagem; e acredito que cabelo e maquiagem sejam os mais expressivos.


Xena: A princesa guerreira (aquela do seriado homônimo que muita gente assistiu)

Essa comparação foi o bullying virtual, aka trote virtual, feito por um veterano do curso de Letras, para o qual eu tinha sido recém-aprovada. Claro, rolou aquela montagem bacana que rodou o Facebook, mas o apelido acabou sendo deixado pra lá quando as aulas de fato começaram.


Lily Allen (cantora britânica fofíssima que tem músicas maravilhosas)

A fofa da Lily Allen foi a comparação mais recente, feita pelos meus colegas de trabalho. O mais engraçado é que foi uma coisa unânime. Quando vieram me contar a respeito, a história tinha sido mais ou menos assim: "A Bruna não parece alguém? Uma cantora? Quem que é? Eu sei. Passa o clipe da música aqui na recepção." "A LILY ALLEN" "ISSO!". Eu ri muito e também adorei a comparação. Lily Allen é o tipo de pessoa que você pode comparar com alguém. Assim como no caso da Morango, apenas parece certo (mas lá, no caso, certo é não comparar).


Johnny Depp (ator, músico e lindo estadunidense que todo mundo conhece)

Até eu gostaria que essa fosse de brincadeira, a zoeirinha do texto. Mas, não. Não é que tem como ficar pior, minha gente? Não que seja ruim ser comparada com Johnny Depp, de forma alguma. Eu sou daquelas que fala que é fã #1 do cara. Mas uma mulher ser comparada fisicamente com um homem é, no mínimo, estranho. Essa também foi da mesma tia que me achava parecida com a Deborah Secco. Diz ela que não é que eu pareça, mas sim os olhos pretinhos, jabuticabinhas que nem as minhas. Então acho que tá tudo bem, né?


E pra terminar o post, deixo a batatinha quente com vocês: quem tem razão? Aliás, alguém tem razão? É sempre bom lembrar que não devemos levar sempre a sério a opinião de alguém, pois não passa de um achismo, mas tem sempre aquela velha história:

Se alguém disser que você se parece com um cavalo, você vai ficar com raiva. Se três pessoas disserem que você se parece com um cavalo, você vai achar um pouco estranho. No entanto, se muitas pessoas disserem que você se parece com um cavalo, é melhor comprar uma sela.

E só pra lembrar: não compare ninguém com ex-BBBs.

4 comentários:

  1. Essas "disputas" pra ver quem tá na pior é uma coisa que eu não entendo... A pessoa fica um tempão tentando te convencer que a situação dela tá pior que a sua. E pra que? Ninguém sabe. Achei o texto divertidíssimo, adorei!
    (x)Cleópatra
    ( )Outros

    ResponderExcluir
  2. hahah texto engraçado, nunca gostei quando eu me comparava porque sempre vida merd# haha, mas sério você se parece muito com a Lily Allen, mas no clipe de Not fair.
    Abraços ^^.

    ResponderExcluir
  3. Xena>All
    A única diferença é q vc é mais bonita!

    ResponderExcluir
  4. adorei sua postagem me descontrair muito e amei ter encontrado e conhecido o seu blog, muito bom vai ser acompanhar a parti de agora.

    ResponderExcluir

Caixa de sentimentos. Expresse-se.