segunda-feira, 8 de outubro de 2012

(De)feito



Todos olham
ninguém comenta

Todos querem
ninguém aguenta

Todos amam
ninguém se esquenta

Todos passam
ninguém se lembra

Ninguém chora
ninguém lamenta
ninguém inventa
ninguém se arrebenta

Todos comentam
ninguém olha

Todos aguentam
ninguém quer

Todos se esquentam
ninguém ama

Todos se lembram
ninguém passa

Todos se arrebentam
todos inventam
todos lamentam
todos choram

E foi feito o efeito
do defeito feito

De fato disfarçado de causa
de fato, disfarçado de causa...

Gil falou
Todo mundo e Ninguém

Alguém diz
Todo mundo é Ninguém

E a culpa é de quem?


Hoje mesmo, há 10 minutos atrás.

6 comentários:

  1. ADORO títulos com palavras (des)tacadas <-assim <-
    e adorei sua abordagem. Achei muito bacana o verso "E foi feito o efeito do defeito feito". Acho que seu texto descreve muito bem o que tá meio que acontecendo hoje. Todo mundo reclama, ninguém faz. Todo mundo opina, ninguém propõe uma mudança. Não preciso nem dizer que amei, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que tenha gostado do (des)taque! Todo mundo acha que é alguém também, Gusta! Além de tudo isso que você já disse. Obrigada, obrigada!

      Excluir
  2. É tão bom poder ler cada palavrinha que você escreveu com essa sua mente genial e acabar aqui, nessa caixa para escrever um comentário... Pensando sobre o que tenho observado, feito, pensado e sentido...

    Suas palavras dão respostas para perguntas que ninguém (me) fez antes.

    Saudade infinita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PELO AMOR DE DEUS, VC TÁ AÍ!!! Caramba, M! Você não faz IDEIA do quanto eu tenho pensado em vc, gêmea. Sério... Estou precisando muito conversar e quero muito saber de você!!! E sim, estou te devendo um e-mail... Vou respondê-lo e acho que assim podemos conversar! SUAS palavras me dão força e muita, mas muita paz! Saudade infinita, intensa e linda! Não some que vc me mata! <3

      Excluir
  3. Eu olhei, comentei, quis, chorei
    Hoje AMO e tenho a certeza de que nunca vou esquecer!
    Por que ter insônia e acabar no seu espaço utópico por causa da saudade é natural pra mim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois ainda vem me falar que não "tem jeito" pra poesia! Que comentário lindo, amor da minha vida! Hoje também AMO! E nos arrebentamos, nos esquentamos, choramos, lembramos, olhamos, queremos! Quero isso PRA SEMPRE!!! E, pra mim, ler seu comentário e ter vontade de chorar de tanta saudade é, enfim, ter paz!

      Excluir

Caixa de sentimentos. Expresse-se.