quarta-feira, 8 de agosto de 2012

As fases


Coisas tais

Ela: Vai dançar comigo?
Ele: Mas eu não iria conseguir me conter. Iria dar problema...
Ela: Não me diga uma coisa dessas...
Ele: Você não está podendo me exigir nada não.
Ela: Vai que minhas exigências são boas?
Ele: Suas exigências, promessas, certezas...Vou esperar é deitado.
Ela: Doeu...
Ele: Não, pára. Só disse que não vou ficar contando com algo. Chegar na festa e ver você dançando com... Não iria ser bom. Por isso não quero contar com nada disso.
Ela: Quem sou eu pra pedir alguma coisa...
Ele: Você pode pedir qualquer coisa, mas a vida já me ensinou bastante coisa.
Ela: Posso pedir uma coisa então? Desculpa qualquer coisa.
Ele: Por que? Gosto muito de tudo isso.
Ela: Eu também...
Ele: Então vamos é ser feliz. Deixa a vida nos levar.
Ela: "Sou feliz e agradeço por tudo que Deus me deu..."
Ele: Você ainda vai dar ótimas risadas. Mas não é uma coisa fácil. Às vezes, o calo dói.
Ela: Como você disse...
Ele: Vamos escrever um manual juntos? 1º: Eu me amo mais que qualquer pessoa.
Ela: 2º: Eu sou muito feliz.
Ele: Ótimo.
Ela: Dá pra sintetizar: eu me amo e me sinto feliz.
Ele: Deve ser por isso que, de alguma forma, nós nos amamos e somos felizes.
Ela: Fiquei sem o que dizer...
Ele: Ah, se fosse mais de perto... 


No corredor
 
Ela: Acho que faço mal em lhe dizer essas coisas...
Ele: Que mal há em procurar a felicidade? 


O café
 
Ele: Tentei te dar espaço, ar livre, não te sufocar…Mas você transborda tudo.
Ela: Tenho medo de você queimar a boca ou pagar a língua.
Ele: Não me importa que o gosto fique amargo. Só me importa o gosto.


Na rede
 
Ela: Eu estava com saudade.
Ele: Eu também, mas tinha medo.
Ela: Não sei porquê medo.
Ele: Não sei se você compreenderia o medo.
Ela: Eu te amo, mesmo com as interrupções.
Ele: Eu te amo. Sem interrupções. 


No celular

Ele: Alô? 
Ela: Oi! Você já foi embora?
Ele: Ah... Quase! Tô na rodoviária esperando o ônibus chegar...
Ela: Nem deu pra gente se ver direito hoje à tarde...
Ele: Nem me fala. Mas pelo menos vi seu rostinho, ainda que por cinco minutos.
Ela: E agora você vai demorar séculos pra voltar aqui...
Ele: Não pense assim. Minha saudade é do tamanho da sua.
Ela: Infinita?
Ele: Infinita e eterna, assim como você é pra mim.


Final de conversa

Ele: Um beijo, você sabe onde.
Ela: Outro beijo, nesse lugar também. 


"Ela lhe contou histórias, ele a ensinou a voar. Amavam-se, mas ele não queria crescer."

10 comentários:

  1. Lindo o texto Bruna! Adoro quando escrevem em ele/ela. Obrigado por criar essa utopia virtual com a qual sempre podemos contar, =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Gusta! Bondade sua! Muito obrigada por tirar alguns minutinhos do seu dia para "me ler"! Fico muito grata com seus comentários! :)

      Excluir
  2. Tocou meu coração. De verdade. Obrigada por me fazer lembrar que ainda tenho um. (tradução: lindo texto!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain, Kita linda! Obrigada você por ter me dado a alegria de ver você ser tocada pelo texto! Mil vezes obrigada! *-*

      Excluir
  3. Nossa! Conseguiu mexer comigo. Lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo, Deza! Muito obrigada! Isso me deixa muito feliz!

      Excluir
  4. Ele: Um beijo, você sabe onde.
    Ela: Outro beijo, nesse lugar também.

    Ainda q tenha sido lindo ano passado, fico feliz de não precisarmos nos despedir com tanta frequência! TE AMO, e até Juiz de Fora, juntos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho, lindo! 2012 >>>>>> 2011... E que o progresso continue! TE AMO e até daqui a pouco, juntinhos!

      Excluir
  5. Uau! Nunca tinha lido um texto com essa estrutura, Bruna! Não vou dizer que a história é linda porque acabei de escrever, mas... Sei lá, não tenho palavras.

    Tanto sentimentalismo solto pelo teu blog, parece que aqui eu pego uma parte do meu coração que foi dilacerado...

    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa! Eu que não sei o que dizer agora diante tantos elogios! MUITO obrigada, Adriel! Às vezes, prefiro escrever com essa estrutura porque acho que causa um impacto mais forte nas palavras, assim como você disse que sentiu mas não pôde colocar em palavras. Fico muito feliz mesmo que tenha gostado! Obrigada pelo apoio de sempre! Bjbj :3

      Excluir

Caixa de sentimentos. Expresse-se.