segunda-feira, 2 de julho de 2012

Falta momentânea de segmento frasal

Meia-noite. Sem sono. Vestido verde.
Ruídos. Goiabada com queijo. Sede.
Fichário. Ventilador. Lua.
Iracema. Estrelas. Rua.
Café. Revisões. Leituras.
Calendários. Trabalhos. Mesuras.
Telefone. Fotos. Sorte.
Folhas. Tesoura. Recorte.
Fitas de vídeo. Cartas. Caneca.
Flores. Livros. Boneca.
Descalça. Xadrez. Pensamento.
Janela aberta. Música. Deslocamento.
Silêncio. Sozinha. Clichê.
Meia-volta. Sonhos. Você.

Minha primeira falta momentânea de segmento frasal, escrita e postada em 27 de fevereiro de 2009. Originalmente postado no Rua das Ilusões, meu antigo blog.